O que é um fundo de investimento e como ganhar dinheiro com ele?

2
1305

O fundo de investimento é uma boa opção para quem procura diversificar a carteira e assim, aumentar seu patrimônio. Ele pode ser uma alternativa à poupança, por ser simples, no entanto, mais rentável. Mas antes de investir, para garantir sua segurança financeira, entenda mais sobre o assunto.

Afinal, o que é um fundo de investimento?

Um fundo de investimento é como um investimento em grupo. Diversas pessoas se reúnem, juntam seus recursos e investem juntas. Assim, é uma forma de investimento que atende aos diferentes perfis financeiros. Mesmo quem tem pouco capital disponível pode experimentar investir dessa forma. 

Os ganhos obtidos com os investimentos são divididos proporcionalmente entre os participantes. Dessa forma, quem investiu mais, recebe mais e ninguém sai prejudicado.

Onde e como investir?

É possível investir em diferentes tipos. Ações, moedas, CDB, nacionais ou internacionais. Tudo depende do que for acordado entre os investidores. 

Os fundos de investimento funcionam a partir de cotas, então quando alguém investe um valor, na verdade está comprando algumas cotas do investimento. Por exemplo, se alguém investe R$10 mil em uma carteira com cotas valendo R$10 cada, conseguirá adquirir 1000 cotas. Além disso, se as cotas valorizam com o tempo, os ganhos são proporcionais. Se as cotas passam de R$10 para R$15, haverá um ganho de 50%.

Como acontece na prática

Os fundos são aplicados por uma instituição ou profissional, que atuará como gestor. Por isso, existem algumas taxas que devem ser pagas. Verifique quais são elas antes de investir. Afinal, esses custos podem ter um impacto significativo no valor do retorno. Ao fazer essa conta é possível saber com mais segurança qual será o valor líquido.

É possível investir no máximo 20% do patrimônio em ativos de uma mesma instituição financeira. Além disso, em empresas de capital aberto o limite é de 10% do patrimônio. Para os títulos públicos federais não há limites, por isso pode ser uma boa opção para quem está começando.

Tributação

Além dos gastos com as taxas, também é preciso considerar os impostos: imposto de renda e IOF (Imposto sobre Operações Financeiras). O imposto de renda é calculado a partir da rentabilidade. Então se a carteira rendeu 20% no seu ano, é sobre esse valor que será aplicado.

Já o IOF é cobrado apenas em aplicações inferiores a 30 dias. Isto é, se o investidor aplicar o seu capital e fizer o resgate em um prazo inferior a 30 dias. Os valores podem ser bem altos quando isso acontece, por isso, não é uma boa opção fazer investimentos a curto prazo.

Estrutura de um fundo de investimento

Um fundo de investimentos geralmente é formado por gestor, administrador, auditor, custodiantes, distribuidores e cotistas. Grande parte das decisões é feita por parte dos gestores e administradores. Já os custodiantes ficam responsáveis pelos papéis. Os auditores regulam a administração, para que ocorra dentro dos conformes e traz transparência dos processos aos participantes. Os distribuidores vendem cotas aos interessados. E por fim, os cotistas são os investidores, que entram com uma parcela de capital no fundo e adquirem cotas de investimento.

Esse tipo de investimento é seguro?

Antes de mais nada, é preciso saber que todos os tipos de investimento possuem riscos. No entanto, no caso dos fundos geralmente a carteira é bem diversificada. Além disso, como eles possuem CNPJ próprio, caso uma das empresas quebrar, por exemplo, o dinheiro do fundo ficará protegido. Então, os riscos são mais baixos considerando os outros tipos de fundos.

No entanto os riscos podem variar de acordo com o valor investido, onde o dinheiro foi aplicado e também de acordo com as expectativas de retorno.

E afinal, vale a pena investir?

Uma das principais vantagens desse tipo de investimento é poder contar com ajuda profissional de um gestor. Por isso, talvez seja uma opção bem interessante para quem não tem experiência no mercado financeiro. Além disso, os fundos permitem uma grande diversificação de carteira, mesmo com pouco capital para investir. Além disso, os fundos permitem a portabilidade. Caso ocorra alguma insatisfação no que você está, é possível ir para outro.

As considerações finais é que vale a pena sim. Especialmente para quem tem pouco dinheiro disponível para investir e pouca experiência. 

Os fundos de investimento podem ser uma boa opção para conseguir melhorar de vida. Se você tem dúvidas, deixe nos comentários que podemos te ajuda. Veja também nosso radar renda extra, para aliviar as finanças.

2 COMENTÁRIOS

  1. No meu entender ,pea gente investir ,acho que temoa que estar pelo menos um pouco por dentro do mercado finaceiro ,se vc nao entendw nd,igual a mim que nunca se interessou nesse assunto ,entao acho que nao consigo da muita sugestao nenhuma ,

DEIXAR UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui