Salário mínimo: 5 dicas para você economizar utilizando o aumento

0
1302

O salário mínimo aumentou 5,26%, passando de R$1045 para R$1100. Com o aumento do salário mínimo quem recebe esse valor pode ter grandes dificuldades em economizar, já que mesmo com o aumento as finanças podem estar bem apertadas. No entanto, é possível se organizar em alguns aspectos e conseguir poupar dinheiro de acordo com sua realidade. Saiba como.

1. Quite suas dívidas

Se você recebe um salário mínimo e possui dívidas, antes de pensar em poupar dinheiro é preciso desenvolver estratégias para quitar o que está devendo. Se você se encontra nessa situação, a melhor opção é negociar com os credores. Muitas pessoas têm receio de negociar a dívida, por medo do valor e das condições, mas há boas oportunidades. 

Lembre-se de que a dívida não é vantajosa para a empresa também, por isso existem estratégias para que o inadimplente consiga fechar o valor em aberto. Por isso, acesse o site da BLU365, insira seus dados e verifique quais são os acordos disponíveis para você. É possível quitar todas as suas dívidas com condições especiais e você que recebe um salário mínimo pode encontrar o melhor acordo pra você.

2. Anote gastos e ganhos

Planejamento é a parte principal para qualquer pessoa com qualquer renda conseguir economizar. Por isso, utilize ferramentas para anotar seus ganhos e gastos. Pode ser um app, planilhas ou mesmo o bom e velho caderninho. Se você tem mais de uma fonte de renda, não esqueça de observar atentamente qual é o valor total que recebe mensalmente. Além disso, anote até mesmo os menos gastos. Até um cafézinho de R$2 pode fazer diferença nos seus gastos. Anote e observe, só assim você vai conhecer de fato o seu perfil financeiro e conseguir economizar onde for possível.

3. Evite desperdícios 

O Brasil é um dos países que mais desperdiça alimentos no mundo todo. E também um dos que mais possui pessoas endividadas. Por isso, que tal mudar sua consciência e começar a evitar esses desperdícios? Organize suas compras no supermercado de forma inteligente, pensando nas quantidades ideais para não acontecer desperdícios. Ao cozinhar, faça a quantidade certa para consumir naquele momento. Se possível, congele o que sobrar para garantir economia de tempo e dinheiro.

O consumismo é um grande problema no mundo todo e pode parecer muito difícil se libertar de compras por impulso, mas é possível ter mais reflexão antes de comprar algo. Para começar, comece a pensar se realmente quer, precisa e pode arcar com esse item antes de adquirir. Veja como vai fazer diferença no seu bolso.

4. Estabeleça metas de economia

Os especialistas recomendam poupar 20% do salário, mas sabemos que para quem recebe um salário mínimo isso é muito. Além disso, o atual cenário de crise financeira, em que muitas pessoas estão perdendo seus empregos e o valor de itens básicos está aumentando, é possível estabelecer um valor mais real. Por isso, você pode começar com 10% por mês para um fundo emergencial. Se sentir que consegue poupar mais, some mais 10% para outros objetivos financeiros, como uma viagem, por exemplo.

Com metas nítidas de economia fica mais fácil conseguir poupar. Quando não existem metas e o dinheiro fica todo na conta corrente é muito mais difícil evitar gastar, pois há a impressão de que o dinheiro está disponível.

5. Ajustes e flexibilidade

Compreendemos que a limitação do salário exige regras menos rígidas. Com as finanças apertadas, em um mês que acontece um imprevisto pode ser impossível economizar. Por isso, sinta-se livre para ajustar de acordo com as suas necessidades. Há pessoas que recebem um salário mínimo, mas moram sozinhas, então pode ser difícil economizar se as contas dependem apenas dessa renda. Outras dividem a casa com mais pessoas que trabalham e neste caso pode ser mais tranquilo poupar. 

Por isso, a dica 2 de anotar ganhos e gastos é tão importante. É só a partir do conhecimento do seu perfil financeiro, do seu estilo de vida e do quanto é possível poupar que é viável economizar. Então, faça ajustes da forma que for melhor para você.

E se você tem dúvidas sobre esse assunto, deixe nos comentários para que possamos te ajudar. Nós da BLU365 estamos sempre disponíveis para cuidar da sua saúde financeira!

DEIXAR UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui