Imposto de Renda 2021: não perca o prazo e saiba como calcular

0
412
Imposto de Renda 2021: Prazo prorrogado
Imposto de renda 2021

O prazo para declaração anual do Imposto de Renda 2021 foi prorrogado. Inicialmente seria na sexta-feira (30/04), mas por conta da pandemia, a Receita Federal adiou o reconhecimento para 31 de maio. Há um novo pedido de prorrogação para 31 de julho, mas ainda depende da sanção presidencial. Saiba como calcular e se você precisa declarar.

Outros prazos

Quem precisa declarar o IR, precisa se atentar a outros prazos importantes. Além de declarar até o dia 31/05, a primeira parcela também deve ser paga nesta data, para quem optou parcelar. A restituição acontece mais cedo para quem antecipar a declaração. A previsão é que comece também no dia 31/05 e vá até 30 de setembro.

Além disso, é preciso ficar de olho no site da Receita Federal para saber quando sua restituição estará disponível. Idoso, pessoas com deficiência e professores têm preferência na fila de restituição. Para o público geral, a Receita segue a fila por ordem de recebimento da declaração.

Quem precisa declarar o Imposto de Renda em 2021?

Quem recebeu rendimentos tributáveis iguais ou superiores ao valor de R$ 28559,70 no ano de 2020 precisa declarar o Imposto de Renda. Além disso, há outros casos em que é preciso declarar, confira:

  • Quem fez operações na Bolsa de Valores;
  • Se recebeu rendimentos isentos, não-tributáveis, mas que somem mais de R$40.000,00 em 2020;
  • Começou a morar no Brasil e se enquadra na renda estipulada.

Por fim, qualquer ganho acima de R$ 28.559,70 deve ser verificado, pois está passível de tributação. 

consulta de cpf

Imposto de Renda 2021: como declarar?

Muitas pessoas têm dificuldades para declarar o Imposto de Renda, já que o cálculo é bem complexo. Ele também pode variar de acordo com despesas médicas, com educação ou número de dependentes. Basicamente, ele é calculado a partir da seguinte fórmula.

Total de rendimentos tributáveis x Alíquota do Imposto de Renda (7,5%, 15%, 22,5% ou 27,5%, de acordo com a renda do contribuinte) – Desconto padrão de 20% – Parcela a deduzir, indicada na tabela do Imposto de Renda – Imposto retido na fonte.

Pode parecer ainda mais difícil depois de ver como o cálculo é feito, não é mesmo? Por isso, resolvemos trazer os cálculos de acordo com os rendimentos na tabela a seguir.

(Imagem: reprodução)

É importante não perder as datas para não correr o risco de pagar multa, ninguém quer cair nas garras do leão da Receita, não é mesmo? Se tiver dúvidas, confira nosso outro post sobre como calcular Imposto de Renda. E se tiver mais alguma dúvida, deixe nos comentários. A equipe BLU365 ficará feliz em te ajudar!

DEIXAR UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui