Guia do Imposto de Renda: Como declarar e os prazos?

0
385
como declarar imposto de renda

Com o começo do ano, chega a hora de pensar no Imposto de Renda. Para quem vai fazê-lo pela primeira vez, é muito importante saber como declarar o Imposto de Renda de maneira correta, evitando assim problemas no futuro.

Para te ajudar nessa tarefa, separamos um guia para te ensinar a fazer essa declaração. Continue a leitura para conferir!

Fique por dentro das novidades do blog da BLU 😉

             

O que é Imposto de Renda?

O Imposto de Renda, como seu nome dá a entender, é um tributo federal sobre a renda, ou seja, o dinheiro que você ganha, acompanhando a sua evolução patrimonial, ou seja, as diferenças na renda, para mais ou para menos, ao passar dos anos.

Normalmente, o imposto sob a renda é pago ao longo dos meses, todas as vezes que é gasto algum dinheiro. Essa declaração serve para mostrar se você pagou a mais ou a menos do que deveria durante o ano. Caso tenha pago a mais, a diferença é devolvida e, caso a menos, você deverá pagar o valor.

Não são todos os brasileiros que necessitam aprender como declarar o Imposto de Renda. Ele é uma obrigação apenas para quem se encaixa nos seguintes grupos:

  • Se recebeu, ao longo do ano, salário acima de R$ 28559,70
  • Rendimento de investimentos anuais acima de R$40000
  • Ganho de capital na alienação de bens ou direitos
  • Quem fez operações na bolsa de valores
  • Começou a morar no Brasil em qualquer mês do ano passado

Tipos de declaração do Imposto de Renda

Existem dois tipos diferentes de declarações de Imposto de Renda: a completa e a simplificada. Na completa, como o nome deixa claro, cada detalhe é levado em conta, gerando um cálculo mais certeiro. A simplificada leva em conta um padrão de 20% de desconto em gastos dedutíveis, mas com teto de R$ 16754,34.

Por isso, a declaração completa é recomendada para quem tem mais gastos dedutíveis do que os 20% ou do teto, assim garantindo um cálculo correto e evitando pagar pelo que não precisa.

De qualquer forma, a recomendação geral é fazer a declaração de forma detalhada e completa. No final da declaração, você poderá escolher qual opção é melhor para você. Alguns dos gastos dedutíveis do Imposto de Renda são aqueles com saúde, como consultas e mensalidades de planos de saúde e educação, como mensalidades de escolas e universidades.

Como declarar o Imposto de Renda?

A declaração do Imposto de Renda pode ser feita em casa, pelo próprio contribuinte, usando o computador. O primeiro passo é fazer o download do software do Imposto de Renda, no site da Receita Federal. No dia 26/01/2020, sua versão de 2020 ainda não foi lançada, mas é possível baixar a dos anos anteriores, caso queira se acostumar com a interface.

Com o programa baixado, preencha os formulários necessários com seus dados atuais. Feito isso, clique na aba “dependentes” e adicione os seus dados.

O próximo passo é adicionar seus rendimentos. Aqui, vai tudo que você ganhou em dinheiro, como seu salário, imóveis alugados, trabalhos autônomos e outros.

Finalmente, é hora de declarar os seus pagamentos feitos. É nessa parte que você adiciona seus gastos, principalmente aqueles que podem ser deduzidos, nas abas “Imposto de Renda retido na fonte”, “doações efetuadas”, “pagamentos efetuados” e “pagamentos com Carnê-Leão”.

Com essa parte feita, adicione seus bens, dívidas, direitos e ônus. Aqui, entra os seus imóveis, automóveis, valores em poupança, suas dívidas e bens com valor superior a 5 mil reais.

Agora, clique em pendências para verificar se faltou alguma coisa e garantir que tudo que precisava ser feito foi declarado. Nesse momento, o programa fará os cálculos e mostrará os valores de dedução, então confira e faça a escolha entre a declaração simplificada ou completa.

Basta clicar em “entregar a declaração”, emitir a Darf para pagamento e o processo está finalizado!

Por mais que possa gerar dúvidas, o processo de declaração de imposto de renda pode ser muito mais fácil que parece. Boa sorte!