Como fazer o desafio das 52 semanas? Aprenda agora!

0
914
como fazer o desafio das 52 semanas

A maioria das pessoas procuram economizar e/ou guardar dinheiro. Afinal, um pequeno valor a mais é sempre positivo, não é mesmo? Porém, mesmo com bastante força de vontade, é possível sentir dificuldade na hora de guardar valores de fato.

Para quem tem esse problema, a melhor coisa a se fazer é apostar em um programa pré-estabelecido de economia. Com regras bem definidas, a economia se torna algo natural e parte da rotina, facilitando a criação do hábito.

Dentre esses programas e técnicas, está o desafio das 52 semanas. Sua popularidade está aumentando bastante, e cada vez mais pessoas procuram aprender como fazer o desafio das 52 semanas. Para começar o seu, continue a leitura!

Fique por dentro das novidades do blog da BLU 😉

             

O que é desafio das 52 semanas?

Um ano completo tem, em média, 52 semanas. Por isso, o desafio com esse número de semanas nada é mais do que um programa para te auxiliar a guardar dinheiro o ano todo, todas as semanas.

Seu funcionamento é bem simples: você guarda o valor referente àquela semana. Por exemplo, na semana 1, você guarda 1 real, na dois, dois reais, e por aí vai. Ao fim, o último depósito será de 52 reais.

Quando seguido à risca, o participante acumula R$ 1378 no final de todo esse período. Porém, há quem faça diferente, começando com 2 reais, 3 ou até 4, aumentando na mesma proporção. O importante é escolher um valor que será cômodo de guardar e não sentirá muita falta na conta, afinal, isso pode atrapalhar no objetivo de criar o hábito.

Por isso, a ambição deve ser do tamanho da capacidade. Nada de querer abraçar o mundo! Objetivos menores podem significar menor lucro, porém, são bem mais fáceis de seguir.

O valor real pode ser um pouco maior do que o citado anteriormente, caso coloque o dinheiro em poupança ou em fundo de investimento.

A seguir, te daremos dicas de como fazer o desafio das 52 semanas com eficácia!

Defina uma data para começar

O primeiro passo para começar é definir a data de início. Por conta das primeiras semanas exigirem pouco investimento, não é necessário esperar o pagamento do mês cair, por exemplo.

Por isso, escolha um dia tranquilo em que você não corra o risco de precisar adiar o ato de guardar. A dica é criar um alarme semanal, seja no celular, no computador ou em ambos, que o relembre de que aquele dia é a data de guardar novamente, mantendo uma constância.

Escolha objetivos finais

Guardar dinheiro apenas para aprender como economizar é algo muito válido e importante. Porém, nem sempre é o suficiente para que nós realmente guardemos o dinheiro. Então, é recomendado criar algum objetivo maior e mais materiais, que realmente te estimule a poupar todas as semanas.

O que você faria com valor mínimo de R$ 1378? Compraria algo mais caro, faria uma viagem, pagaria dívidas? Defina o que irá fazer com o dinheiro e, toda vez que se sentir com vontade de abandonar os esforços, lembre-se que o seu compromisso é necessário para atingir o sucesso necessário!

Guarde o dinheiro

Agora, é hora de guardar o dinheiro de fato. É preciso pensar não apenas em poupar, mas onde. Poupanças rendem pouco, por isso, vale a pena procurar uma alternativa, como o aplicativo Diin ou até a Nuconta, no Nubank. Dessa forma, o dinheiro rende sem que você faça nada, fazendo que o valor final, no fim das 52 semanas, seja agradavelmente maior do que o esperado.

É necessário comprometer-se a não retirar o dinheiro de lá, mesmo que surja uma oportunidade única. É claro, algumas situações emergenciais podem ocorrer e exigir o gasto. Caso isso aconteça, o importante é não desanimar e procurar recuperar o valor gasto o mais rápido que seja possível!

Agora que você já sabe como fazer o desafio das 52 semanas, que tal começar? Boa economia!

Fique por dentro das novidades do blog da BLU 😉