Cadastro positivo: a partir de sábado você poderá ver a sua nota

0
1254

A partir deste sábado as principais instituições financeiros e comércios, poderão consultar o cadastro positivo das primeiras pessoas físicas e jurídicas cadastradas no programa.

A lei que criou o novo cadastro estabeleceu que os birôs de crédito tem 60 dias para disponibilizar o histórico de pagamentos efetuados por pessoas físicas e jurídicas. Os bancos começaram a enviar esses dados a partir do dia 11 de novembro.

Fique por dentro das novidades do blog da BLU 😉

             

Quem terá acesso ao seu cadastro positivo

Terá acesso a essas informações instituições financeiras, bancos e varejistas que estejam avaliando a possibilidade de oferecer crédito tanto para pessoa física como jurídica.

A principal ideia é os melhores pagadores (que pagam tudo em dia), tenham acessos a juros menores, uma vez que as taxas serão estabelecidas individualmente, a partir do risco de crédito de cada pessoa.

Novo processo

O processo também será diferente ano passado as empresas só faziam a avaliação de risco de crédito para consultar se a pessoa honra com os seus pagamentos. Só estará disponível os dados das pessoas que foram avisadas pelos birôs de crédito (SMS ou carta).

Segundo o ANBC, primeiro é enviado um e-mail, e o sistema identifica se foi entregue ou não, caso não tenha sido, eles enviam um SMS. Se a mensagem também não for recebida, eles enviam uma carta para o endereço do cliente que está cadastrado no banco.

Elias Sfeir, presidente da ANBC, afirma que após todas essas tentativas de comunicação, caso a correspondência retorne, o cadastro não é aberto.

O consumidor que tiver o cadastro aberto sem ser avisado poderá abrir uma reclamação no Procon.

Não quer fazer o cadastro

Para as pessoas e empresas que não quiserem participar, o pedido de exclusão pode ser solicitado a qualquer momento, em qualquer birô participante.

Nota do Score

Os juros e prazos serão determinados a partir do score e da pontualidade de cada consumidor e devem melhorar para os bons pagadores.

Leia também: Cheque especial: Novo limite começa a valer hoje