A importância da quitação de débitos para não deixar juros acumularem

0
942

Ano Novo é sinônimo de vida nova e, neste cenário, começar o ano com as finanças em dia é a vontade de muitos brasileiros. Para isso, se planejar é fundamental, tanto para conhecer a sua realidade financeira, como para ter mais tranquilidade durante o ano todo. Um dos primeiros passos para ter mais saúde no bolso é quitar as suas dívidas. Por isso, te explicamos a seguir qual a importância da quitação de débitos.

Quitar as dívidas: o primeiro passo para conquistar saúde financeira 

Segundo uma pesquisa feita pelo Serasa, o número de brasileiros inadimplentes chegou a 63,4 milhões no final de 2021. Essa é a maior taxa de inadimplência desde o início da pandemia, em março de 2020, quando o número foi de 63, 5 milhões. Diante destes dados, fica nítido que as dívidas são um problema recorrente para a população brasileira e há urgência em reverter os números.

Além de ficar com o nome limpo, ao quitar as suas dívidas surge a oportunidade de controlar mais as finanças, estabelecer metas e ter mais leveza no orçamento. Dessa forma, é possível investir parte da sua renda mensal para conquistar objetivos como fazer um financiamento, trocar de carro ou mesmo fazer uma viagem.

A importância da quitação de débitos: não deixar os juros acumularem

Além dos benefícios explicados acima, a principal importância de quitar as dívidas é para que os juros não se acumulem. As dívidas com cartão de crédito e cheque especial, por exemplo, possuem as maiores taxas de juros do mercado e por isso se transformam em um grande débito em pouco tempo.

Quanto antes esse tipo de dívida é quitada, mais fácil se torna reverter o quadro e retomar a saúde financeira. Contudo, com juros em cima de juros, logo o débito se torna uma grande bola de neve, prejudicando o orçamento. Quando há mais de um tipo de dívida, essas precisam ser priorizadas o quanto antes.

Possui dívidas? Tente renegociar

Que as dívidas prejudicam a vida de quem as possui, é um fato. Mas você sabia que ter clientes devedores também prejudica muito as empresas credoras? É por isso que boa parte delas oferece condições especiais aos clientes interessados em pagar o seu débito. Parcelamento da dívida, descontos e outras condições especiais de pagamento são oferecidas.

Para renegociar a sua dívida, acesse o site da BLU365, informe seu CPF e confira o acordo disponível para você. Pague suas dívidas com até 99% de desconto!

Mais dicas para quitar as suas dívidas

Agora que você já sabe que deve priorizar as suas dívidas, que tal começar o ano com o nome limpo? Selecionamos 6 dicas para retomar sua saúde financeira, confira:

  1. Descubra o valor total da sua dívida: antes de mais nada, procure saber qual o valor total da sua dívida. Ainda que cause um certo medo, esse é o primeiro passo para regularizar sua situação. Entre em contato pelo site da BLU365 e verifique qual o valor total atualizado.
  2. Priorize as dívidas mais altas: há mais de uma dívida? Comece por aquelas que possuem o valor mais alto e com juros.
  3. Negocie o valor: já te contamos que negociar o valor garante condições especiais de pagamento. Não deixe de aplicar essa estratégia para limpar seu nome. 
  4. Cuidado com novas dívidas:
  5. Estabeleça metas: observe seu orçamento mensal e estabeleça quanto é possível economizar para regularizar a sua situação.
  6. Use dinheiro extra para quitar: nem sempre é possível contar com a renda mensal para quitar débitos. Por isso, há algumas formas de fazer dinheiro extra. Continue conosco para entender como.

Quais os obstáculos que causam as dívidas?

Sabemos que ninguém planeja se endividar e, muitas vezes, imprevistos surgem e pegam o bolso desprevenido. Não é apenas a falta de planejamento financeiro que causa as dívidas, apesar da organização das finanças ser uma boa maneira de evitar que elas aconteçam.

Os altos índices de desemprego são um dos responsáveis pelo surgimento das dívidas. Segundo dados do IBGE, 13,5 milhões de brasileiros terminaram o ano de 2021 sem emprego. Sem a renda mensal garantida, muitos brasileiros utilizam o cartão de crédito ou o cheque especial como uma forma de aliviar o bolso. Segundo dados do Serasa, as dívidas com bancos são o principal foco de inadimplência, totalizando 28,5% dos débitos.

Assim, é nítido que boa parte dos brasileiros não pode comprometer a sua renda mensal para quitar as dívidas. Sem margem no orçamento mensal e já com seu crédito comprometido, é preciso encontrar outras formas de retomar a saúde financeira. Veja como a antecipação de até 10 Saques-Aniversário pode te ajudar sem comprometer sua renda mensal.