Organizando a vida afetiva e financeira: nada como ter amigos!

0
1050
vida-afetiva-e-financeira-meninas-com-dinheiro

Quem nunca perdeu um amigo ou uma amiga por emprestar dinheiro e não ter de volta? Quem nunca se decepcionou com uma grande amizade e se viu intitulado “inimigo” ou “inimiga” de quem era tão próximo, como um irmão ou irmã? Você sabia que uma perda afetiva pode implicar uma perda financeira?

 Conforme falamos na nossa primeira conversa, a forma como você lida com suas emoções e relações está diretamente ligada à forma como você lida com dinheiro e finanças. Mas e o outro? Será que está tão disponível quanto nós? Será que nossa troca afetiva, nossas amizades estão equilibradas?

Muitas vezes, por medo de perder o amigo, ou por dificuldade de dizer não, emprestamos o que não temos, damos mais do que nos é possível e, quando isso acontece, sentimos depois a sensação de abuso, frustração e até mesmo raiva. Por que temos dificuldade de dizer não e botar limites sem perder nossos queridos e queridas amigos e amigas?

Nossa lição hoje, portanto, é fazer a lista das vezes em que emprestamos dinheiro ou fomos até mesmo fiador, sem poder ser. Anote cuidadosamente o nome e o valor do que perdeu. Depois, lembre com muita sinceridade consigo, se tem algo pendente com algum amigo ou amiga. Se deve algum dinheiro ou algum objeto que não é seu e está em seu poder, como um livro, por exemplo, uma bicicleta, um aparelho digital (calculadora, filmadora, máquina fotográfica). Lembre-se que, da mesma forma que não gosta se alguém lhe retira algo seu, você também pode ter causado incômodo ao não devolver algum item que pegou emprestado de alguém.

Nessa semana, você irá solucionar os dois problemas: como credor e como devedor. Em relação a quem te deve (credor), faça a última cobrança, por e-mail, mensagem, whatsapp ou telefone. Seja gentil, ainda pode ser possível resgatar esse valor e é possível que a pessoa amiga tenha realmente esquecido o ocorrido. Se não voltar a você, perdoe, esqueça, enterre de vez esse assunto, risque da caderneta. Lado outro (devedor), retire tudo da sua casa que não lhe pertence e devolva ao proprietário. Quite todos seus débitos, que ninguém se lembre de você como um mau pagador, pois a energia de “dívida” pode atrapalhar você! Mude sua frequência e não seja mais devedor! Incomode-se com isso!

E quanto aos inimigos implícitos, velados ou declarados? Liste também, todos, um por um. Lembre-se que a faxina interna, promove uma faxina externa… decida, por uma intenção de vontade, deixar o passado no passado. Se comprometa e não perca um minuto do seu tempo falando mal de quem quer que seja! Utilize essa energia, ao invés, para pensar nos seus dons e talentos, no seu potencial criativo e nos seus novos projetos. Anote tudo!!! Organize sua cabeça e seu coração! O planejamento é o primeiro passo para a ação! Acredite, você irá destralhar e abrir espaço para novas amizades, novas entradas em sua conta bancária e novas formas de se relacionar com o dinheiro!

Confira mais sobre o assunto no vídeo abaixo:

Adhara usa batom True Color Ultra Matte FPS 15 da Avon

Confie, as coisas irão melhorar! Inscreva-se no nosso canal no youtube (adharacampos) e no nosso site (institutoestelar.com.br) e vem ser feliz com a gente!

Abraços e até a próxima semana! Adhara

comprar-o-curso