Negocie suas dívidas com o FGTS

0
996
negocie com o fgts

Você já sabe que o governo autorizou o saque do FGTS para contas ativas e inativas. Caso não saiba, tem um post em nosso blog contando tudo: Liberação saque FGTS: Saiba tudo sobre

Após essa notícia, surgiram muitas dúvidas na cabeça dos brasileiros, e a principal delas é: O que eu faço com esse dinheiro?

Por isso, a BLU365 está aqui para te ajudar com essa dúvida! Claro que vamos falar para você usar a quantia sacada para regularizar as dívidas e voltar a ter sua vida financeira no azul, mas além disso, vamos listar algumas vantagens que você terá ao limpar o seu nome com o saque do FGTS.

1. Dê entrada na sua dívida com o FGTS

Aproveite o quantia sacada do FGTS e dê a entrada naquela dívida antiga e veja se consegue parcelar o restante para conseguir pagar o acordo sempre em dia com a empresa que você tem o débito.

Negocie sua dívida com o FGTS

2. Peça um desconto para empresa

Pegue a parcela do FGTS e complemente com a quantia que você já tem guardada para quitar sua dívida e tente um desconto maior com os bancos/empresa que você tem o débito.

Provavelmente, muitos bancos/empresas vão flexibilizar as politicas de negociação para os que pagarem com o saque do FGTS.

Negocie sua dívida com o FGTS

3. Quite sua dívida

Sabemos que a primeira quantia liberada não é um valor tão grande, mas garanto que dá para quitar aquela dívida antiga, que está com você há anos, com descontos altos para você negociar. Use o FGTS para quita-la de uma vez por todas e fique livre dela!

Negocie sua dívida com o FGTS

4. Fique tranquilo novamente

Sabe qual é a melhor parte de quitar sua dívida? É ter a sua liberdade financeira novamente.

Você não terá mais dores de cabeça e ficará tranquilo para curtir sua vida, família e amigos!

As dicas forem bem rapidinhas, né!

Não perca tempo, volte a ficar no azul negociando suas dívidas com a parcela do FGTS.

Fique por dentro das novidades do blog da BLU 😉

             

Leia também: Liberação saque do FGTS: Saiba mais sobre e Guia do FGTS