7 dicas infalíveis para cumprir as metas financeiras pessoais de ano novo!

0
678
como cumprir metas financeiras pessoais

Ano novo, metas novas! É comum que, com o fim de um ano e chega de outro, as pessoas façam metas para ter uma vida melhor nesse novo período. Uma das motivações mais comuns são as metas financeiras pessoais, que podem ajudar a organizar o dinheiro e melhorar a responsabilidade com ele.

Se você faz parte desse time, é preciso saber que apenas criar as metas não é o suficiente – para conseguir cumpri-las, deve se atentar a detalhes e planejá-las da melhor forma o possível.

Para te ajudar, separamos dicas valiosas de como conseguir cumprir as metas financeiras pessoais. Continue a leitura para conferir!

Fique por dentro das novidades do blog da BLU 😉

             

1. Crie metas alcançáveis

O erro mais comum das metas de começo de ano, sejam financeiras ou não, é criar metas irreais e, inevitavelmente, falhar em cumpri-las e, como resultado, desistir da ideia como um todo.

Para que isso seja possível, crie objetivos tangíveis, que possam ser cumpridos dentro do período desejado. Afinal, quem nunca caminhou não vai conseguir correr uma maratona na primeira tentativa, não é mesmo? É necessário criar uma rotina de treino e ir aumentando gradativamente a velocidade e intensidade. Com as metas financeiras pessoais, a ideia é a mesma!

2. Trabalhe com submetas

Ter grandes metas auxiliam na visão em longo prazo, mas quando elas são muito demoradas, você pode acabar se desanimando. Uma boa ideia para contornar o problema é criar submetas para esses grandes objetivos.

Vamos supor que você deseja juntar dinheiro para uma grande viagem. Além da meta do valor total, coloque como submeta economizar um pouquinho todas as semanas, juntar o dinheiro referente às passagens, depois hospedagem e para gastar no destino. Note que, nesse exemplo, é melhor guardar todo o dinheiro antes de realizar a compra, para evitar divergência de datas – porém, as submetas são cumpridas quando o dinheiro para cada coisa é juntado.

Crie submetas que você possa cumprir a cada poucas semanas ou meses, e não deixe-se desviar do principal objetivo!

3. Deixe as metas visíveis

Atualmente, o mais comum é criar as metas digitalmente, seja pelo computador ou pelo celular. Não há nenhum problema nisso, mas que tal colocar um esforço e deixar esses objetivos mais visíveis?

Escreva em um papel do tamanho desejado, como sulfite ou até uma cartolina, todas as metas, submetas e, se possível, os caminhos para chegar até eles. Deixe o cartaz em um local acessível e que você veja sempre, para realmente adicioná-lo na rotina.

4. Utilize aplicativos para te ajudar

Escrever as metas não quer dizer que a tecnologia não pode te ajudar! Utilize aplicativos de finanças e anotações para controlar os gastos e ficar de olho no desenvolvimento dos objetivos.

Você também pode adicionar um lembrete semanal para conferir como foi a evolução na semana. Dessa forma, sempre estará por perto das suas metas.

5. Organize sua rotina em volta das metas

Para cumprir os objetivos, muitas vezes é preciso sacrificar algumas facilidades ou cortar alguns gastos. Faça a análise de onde tirar o dinheiro para as metas, ou, caso o objetivo seja maior controle ou economia para reserva, ou como fica melhor para controlar os gastos.

Uma dica, por exemplo, é cozinhar mais e pedir delivery menos. É chocante quanto cozinhar em casa pode ser econômico, comparado com pedidos!

6. Separe um tempo para análise

Todas as semanas ou quinzenas, reserve algumas horas para analisar como que os objetivos estão se desenvolvendo. Verifique o que está dando certo e procure otimizar, e corrija o que não está saindo como o esperado.

Além de ajudar na organização das metas, essa análise irá te ajudar a melhorar o desenvolvimento e manter a animação!

7. Mantenha-se com motivação

Nem sempre as coisas saem como esperado, e uma emergência, por exemplo, pode desfazer um bom desenvolvimento. Porém, isso não é motivo para desmotivar! Ao invés disso, aprenda com o que passou e se prepare para a próxima vez. Apostamos que a próxima se sairá melhor!

Com essas dicas, você estará mais preparado(a) para criar e cumprir as metas financeiras pessoais no novo ano. Boa sorte!