Irmãos e irmãs e a contabilidade familiar nas nossas finanças

0
2000
irmaos-cofre-dinheiro-finanças

Todos sabem que para ter um mínimo de organização financeira, reduzir desperdício de dinheiro e controlar as finanças é preciso fazer pelo menos uma lista das principais receitas e despesas. Você já fez a sua? Da mesma forma, às vezes, em algum momento de nossas vidas, precisamos “aparar as gordurinhas” e reduzir o que é supérfluo, a fim de ter um balanço positivo na conta bancária.

O que poucos sabem é que outra lista é super importante para que esse saldo positivo apareça no fim do mês: a lista dos “brothers and sisters”. É verdade, pode parecer loucura ou papo de bicho grilo, mas conforme falamos na nossa primeira conversa, a forma como você lida com suas emoções e relações está diretamente ligada à forma como você lida com dinheiro e finanças.

A primeira relação de divisão e subtração que aprendemos a fazer é com nossos irmãos. Verdade, mas por que? Porque dos pais, aprendemos a multiplicar e somar, visto que do encontro do casal “nossos pais”, mesmo que eles não estejam mais juntos ou tenha sido apenas um encontro casual e que você nunca tenha conhecido seus genitores, há a soma do masculino e feminino que resultou geneticamente em você! Isso mesmo, recebemos a vida por meio de nossos pais e seus códigos genéticos se multiplicam em nós, manifestando a abundância da vida que já ensinamos a honrar e agradecer nos encontros passados. Mas com nossos irmãos, temos que dividir… o tempo, o quarto, as prateleiras, a comida, a atenção e o amor dos pais e subtrair coisas nocivas que impediam nossa relação com eles, como o egoísmo, o orgulho, etc.

Veja mais informações sobre este assunto no vídeo abaixo:

Adhara usa batom True Color Ultra Matte FPS 15 da Avon

Nossa lição hoje, portanto, é fazer a lista dos ganhos e perdas que tivemos por meio de nossos irmãos. Sente cuidadosamente e anote o nome do seu irmão e da sua irmã e o que de bom aprendeu com cada um, e o que de ruim ainda se ofende e precisa se conscientizar e liberar. Lembrando que o que não conseguimos resolver com nossos irmãos e irmãs, os amigos, vizinhos e parentes completam ao longo da vida.

No mesmo sentido, quando aprendemos o verdadeiro sentimento e o amor fraternal, compreendendo de forma mais ampla que subtrair e dividir muitas vezes implica em somar e multiplicar, a vida nos brinda com muitas alegrias e compensações. Não tenha dúvida: limpe sua casa interna e seja próspero.

A abundância começa dentro de você. Caso tenha algum meio irmão ou meia irmã que não reconhece ou não dá espaço no seu coração, lembre-se de incluir na sua lista e no seu coração, mesmo que seja “de fora” do casamento dos seus pais, porque isso não compete a nós, como filhos, julgar. Esse sentimento de pertencimento e inclusão ao nosso sistema familiar nos ajuda a irmos mais longe e à medida que ressignificamos nossas experiências, obtemos saldo positivo na conta da vida e, em contrapartida, em nossa conta bancária. Perdoe, alegre-se, seja grato (a) e observe como suas finanças terão mais somas (+) e multiplicações (x) e menos divisões (÷) e subtrações (-). Confie, as coisas irão melhorar!

Inscreva-se no nosso canal no youtube (adharacampos) e no nosso site (institutoestelar.com.br) e vem ser feliz com a gente!

Abraços e até a próxima semana! Adhara

Aprenda outros temas no site do Instituto Estelar.

comprar-o-curso

Leia também: Organizando a vida afetiva e financeira , A paternidade e suas consequências na prosperidade financeira e O roubo inconsciente do seu dinheiro: suas crenças limitantes