7 hábitos que você deve adotar HOJE para melhorar suas finanças

0
1867

Ter uma boa saúde financeira é a vontade de todo mundo, no entanto, não é tão simples assim para todos. Imprevistos acontecem, a situação econômica e política do país influenciam ou você pode apenas estar sem saber por onde começar a melhorar a sua situação. Mas não se preocupe, com um bom planejamento as suas finanças vão melhorar.

Ter saúde financeira nada mais é do que ter um bom controle das finanças, equilibrando o valor recebido e o valor das despesas. Além disso, ter bons hábitos para que imprevistos não te desestabilizem. Confira, a seguir, alguns hábitos para aderir e melhorar as suas finanças.

7 hábitos para aderir e ter mais saúde financeira

1. Organize suas finanças

Você sabe exatamente quanto recebe por mês e quais são as suas despesas? Esse é o primeiro passo para você começar a ter mais saúde financeira. Anote seus ganhos mensais e as suas despesas, assim fica mais fácil se organizar e terminar o mês no azul. Para organizar suas finanças você pode utilizar métodos tradicionais como ter um caderninho ou utilizar planilhas. 

Mas também existem bons apps para se organizar financeiramente. O Organizze lista seus gastos e ganhos, assim, fica mais fácil perceber de onde vem o seu dinheiro e para onde ele vai. O Minhas Finanças também é uma boa alternativa para isso. Nele você pode gerenciar seus cartões, contas e objetivos financeiros.

2. Corte o supérfluo 

Depois de perceber o real valor que você recebe e onde está gastando é a hora de cortar gastos desnecessários. Perceba para onde está indo esse dinheiro e tente evitar os gatilhos que levam a gastar de forma supérflua. Por exemplo, se você não pode passar perto de uma loja x que compra algo, mude sua rota. Cancele e-mails marketing de promoções que te levam a gastar com o que você não precisa. Enfim, observe e corte esses gastos. 

Logicamente que todos gastam de forma supérflua vez ou outra, o importante aqui é não fazer desses gastos um hábito. O seu autoconhecimento vai ser muito importante para reconhecer onde você está gastando e saber como cortar.

3. Atente-se aos gastos com o supermercado

Aproveitando o gancho sobre cortar gastos desnecessários, o supermercado é, muitas vezes, um local onde desperdiçamos dinheiros. Para isso, você pode mudar alguns hábitos em relação às suas compras:

  • Prefira compras semanais: se você faz uma compra mensal é muito comum que aconteça desperdício de alimentos e ninguém quer gastar com o que não é utilizado, não é mesmo? 
  • Faça listas de compras: nem pense em ir ao mercado sem antes verificar o que você realmente precisa. É muito fácil se esquecer ou mesmo gastar muito além do valor programado quando não existe uma lista de compras.
  • Não vá ao mercado com fome: é muito difícil segurar o impulso consumista quando vamos ao supermercado com fome. E com isso, compramos itens desnecessários que podem ser desperdiçados e ultrapassamos o orçamento. Por isso, faça uma boa refeição antes de ir às compras.
  • Compare preços: experimente observar e anotar os preços dos mesmos itens em supermercados diferentes, certamente você encontrará o melhor lugar para fazer suas compras e economizar.
  • Compre de pequenos produtores: com certeza tem uma feira perto da sua casa. Já pensou que hortaliças e frutas podem ser muito mais em conta nelas? Você pode aproveitar a xepa (final da feira) para garantir preços ainda melhores. Além disso, lá você fica sabendo quais são os alimentos da época e economiza ainda mais. Sem contar a economia a longo prazo com a sua saúde!

4. Estabeleça metas para economizar

Depois de avaliar os itens anteriores, é hora de estabelecer metas reais de economia. Você pode utilizar um valor x fixo ou então definir que irá aumentar gradativamente o valor. Você pode, por exemplo, começar economizando 5% do que recebe e ir aumentando com o passar dos meses. O importante é definir um valor para começar e não poupar menos que isso. Faça esse hábito ser uma regra!

Consulte seu CPF grátis e veja as ofertas disponíveis para você negociar 😉

5. Crie um fundo emergencial

Tudo bem, nunca esperamos que um imprevisto financeiro vai acontecer com a gente, mas eles acontecem. Demissões, problemas de saúde, revisão no carro ou um reparo na casa são situações muito comuns. Não deixe que elas te peguem desprevenido. Quando algo assim acontecer, o fundo emergencial irá te ajudar a enfrentar esses imprevistos e vai ser mais tranquilo manter a saúde financeira. Portanto, utilize parte da meta de economia mensal e destine para o fundo emergencial.

6. Evite parcelamentos

O pagamento parcelado pode ser uma santa ajuda em alguns momentos, mas em outros, pode vir a ser um desastre no seu orçamento. Por isso, evite sempre que possível. Deixe para comprar à prazo apenas quando for bastante necessário. Além disso, verifique as taxas de juros e compare preços e condições de pagamento de diferentes lojas. Se a sua compra não for de algo urgente, que tal juntar o dinheiro mensalmente e realizar o pagamento à vista? Assim você não se endivida e ainda consegue descontos. 

7. Renegocie suas dívidas

Dívidas não são vantajosas para você e nem para as empresas. É por isso que muitas delas oferecem descontos e outras condições especiais para realizar o pagamento. Consulte o site da BLU365, conheça nossa lista de parceiros, insira seu CPF e confira as ofertas disponíveis para você. 

Gostou das dicas? Esperamos que com esses hábitos você possa conquistar e manter sua saúde financeira o ano todo! Conte sempre com a BLU para isso (;

Consulte seu CPF grátis agora mesmo!