As finanças e a relação de casal

0
643
finanças-dos-casais

Ah, o amor!!! Quem nunca se apaixonou e amou nesta vida? Da mesma forma, quem nunca ficou sem saber como agir em um encontro amoroso em relação às finanças? Afinal, quem paga a conta? Por mais desagradável que seja, conversar sobre dinheiro em uma relação de casal faz parte da própria (des)manutenção da relação. Desde o início, nos primeiros encontros, até a decisão de formalizar a união, tudo passa pela parte afetiva e financeira. Por que evitamos então falar a respeito? Por que falar de dinheiro ainda é um tabu?

Quem quer impressionar no primeiro encontro, às vezes não sustenta o luxo ostentado e cria falsas expectativas que, posteriormente, não correspondidas, pode levar a alguns desencontros. Quem fala logo sobre o assunto, pode ser mal interpretado e levar aquela velha frase conhecida do jargão popular “só pensa em dinheiro”. Mas, como não pensar??

Quanto estamos dispostos (as) a investir em uma relação? Se ela evoluir para algo mais sério… como serão divididas as contas de casa? Como será a distribuição do patrimônio? Quem paga o colégio dos filhos? Vamos dividir o luxo e o lixo? Digo e repito, conforme falamos na nossa primeira conversa, a forma como você lida com suas emoções e relações está diretamente ligada à forma como você lida com dinheiro e finanças.

Se quiser ter uma boa relação de casal, independentemente da sua orientação afetiva, precisa lidar com o dinheiro de forma adulta. Do contrário, estaremos procurando papai e mamãe no parceiro, como crianças, procurando quem nos sustente ao invés de quem nos ame e esteje disposto (a) a partilhar a vida conosco, e isso tem sérias implicações na relação de casal, que podem levar ao desfazimento da relação, a traições, distanciamentos, incompreensões e a outras desorganizações afetivas mais sérias. Por que você está nessa?

Aja como adulto, fale a respeito do dinheiro, da divisão das despesas, da partilha dos lucros e das medidas necessárias ao casal para a boa convivência dentro da relação. Pode ser necessário “aparar as gordurinhas” e reduzir o que é supérfluo, como jantar menos fora de casa, ou ao contrário, investir urgente na intimidade, como um final de semana na praia ou na montanha; não importa qual seja a decisão, o importante é que seja tomada em conjunto pelo casal, a fim de ter um balanço positivo na conta bancária e do coração! Vamos amar sempre, o ser humano quer afeto e felicidade, mas não vamos perder de vista o cenário em que vivemos, as contas que temos para pagar no final do mês (afinal boleto não vê intenção) e planejar as coisas juntos dentro das nossas possibilidades! Nossa lição hoje, portanto, é fazer a lista dos nossos projetos e sonhos juntos, como casal, e de como qual um irá se comprometer – afetiva e financeiramente.

Veja mais sobre o assunto no vídeo abaixo:

Adhara usa batom True Color Ultra Matte FPS 15 da Avon

No mesmo sentido, outra lição importante é dar um lugar ao coração aos antigos parceiros e parceiras com quem já partilhamos a vida. Não tenha dúvida: o amor é inclusivo, não excludente! Liste o que recebeu de bom de suas relações anteriores, inclua seus ex companheiros e companheiras, dê um lugar no coração, seja agradecido (a) por todas as experiências que vivenciou!

Enfim, limpe sua casa interna e seja próspero. A mudança e a abundância começa dentro de você. Confie, ame muito, organize-se, seja próspero (a)!  

Inscreva-se no nosso canal no youtube (adharacampos) e no nosso site (institutoestelar.com.br) e vem ser feliz com a gente!

Abraços e até a próxima semana! Adhara

Conheça outros cursos do Instituto Estelar:

comprar-o-curso