Conheça os bancos que diminuíram a taxa de juros no parcelamento da fatura

0
3345
cartao-de-credito-taxa-de-juros

O período é de crise na área da saúde, mas também de crise financeira. Por isso, muitas pessoas estão procurando formas de economizar e reduzir o impacto financeiro neste período. Uma das táticas adotadas por muitos brasileiros na hora do desespero, é o parcelamento da fatura do cartão de crédito.

No entanto, os bancos geralmente cobram taxas altas por esse serviço e você pode acabar se endividando. Apesar disso, alguns bancos diminuíram essas taxas por conta do momento de crise. Conheça essas instituições, saiba como funciona e decida se vale a pena optar por esse serviço.

7 bancos que diminuíram a taxa de juros no parcelamento da fatura

1. Itaú

Os clientes que possuem o Itaucard contam com essa vantagem nesse momento. Ao parcelar a fatura, o banco apresenta duas opções de valores, mas se nenhuma delas te agradar, também é possível fazer uma simulação com o valor que você quer pagar na parcela. O banco mostra também o valor já com os juros. As taxas de juros no parcelamento começam com 4% ao mês, no entanto, lembre-se que quanto mais parcelas, mais você vai pagar juros.

2. Banestes

Esse banco reduziu as taxas de juros de 30% a 50%, dependendo de qual serviço você usa. Os cartões de crédito Banescard e Banestes Visa agora apresentam uma taxa de 2,25% ao mês. A redução já está funcionando para pessoas físicas que possuem esses cartões. A instituição assegurou esse valor de juros até o mês de julho, portanto, as tarifas no parcelamento de fatura podem mudar depois dessa data.

3. Nubank

Para auxiliar os clientes afetados pela crise financeira, o Nubank adotou a taxa de 1,9% de juros ao mês. Antes, essa tarifa variava entre 2,75% e 14%. Lembrando que para parcelar a fatura é preciso antes dar uma entrada. Além desse benefício, o banco também está concedendo empréstimos com carência de 60 dias para seus clientes.

4. Banco do Brasil

Para pessoas jurídicas (CNPJ) o Banco do Brasil lançou o cartão Ourocard Empreendedor, sem anuidade, internacional e com juros de 2,85% por mês no parcelamento de fatura. O cartão não consulta SPC e Serasa e pode começar a pagar a fatura em até 40 dias. No entanto, para ter anuidade gratuita é preciso comprar pelo menos R$100,00 no crédito por mês, caso contrário será cobrada a tarifa de R$5,00 por mês.

5. Caixa

Além de baixar os juros no parcelamento de fatura, a Caixa também abaixou no cheque especial. Além disso, o banco também aumentou o período de pausa para o pagamento de crédito e financiamento imobiliário. No cheque especial, a redução foi de 41%, antes era 4,95% ao mês e agora é 2,90%. Já no parcelamento de fatura, de 7,7%, passou para 2,90%. 

Sobre o tempo de pausa para o pagamento de crédito passou de 60 para 90 dias. Quem possui o financiamento Crédito Imóvel Próprio (Home Equity) poderá pedir a pausa emergencial de até três prestações. Entre em contato com a Caixa para solicitar.

6. BMG Card

Aposentados, pensionistas do INSS e servidores públicos podem ter esse cartão consignado. Ele apresenta uma das menores taxas de juros para esse público, sendo em média de 3,06 a 3,96% ao mês. Com o cartão é possível fazer compras no crédito e sacar dinheiro no crédito também, com a facilidade de ter a fatura descontada na folha de pagamento. Esse cartão não tem anuidade.

7. Tricard

Para os clientes da Tricard, é possível parcelar a fatura em até 15x. Para isso, basta olhar sua fatura, pois lá estarão as opções já com os valores dos juros. Assim, você escolhe o que é melhor para o seu bolso no momento.

Clientes BMG e Tricard também contam com a opção de negociar sua dívida com a BLU365!

Informação extra

Além da facilidade no parcelamento da fatura do cartão de crédito, você sabia que também pode parcelar a sua conta de luz? Recentemente a Enel liberou o parcelamento em até 8 vezes sem juros. Se a provedora de luz da sua cidade é essa, você tem direito ao benefício. Consulte pelo número (21) 99601-9608.